A Reação do Dr. Passos Coelho: Negação

PassosCoelhoAtrapalhado

O Dr. Passos Coelho reagiu ao manifesto dos 70 afirmando que ele negava a realidade e ao mesmo tempo era a melhor arma de ataque à política financeira em curso.

As duas acusações são contraditórias: se nega a realidade, como a influenciará? Por outro lado, parece excessivo que um simples manifesto assinado por pessoas privadas possa pôr em perigo as políticas de um Estado soberano. Será assim tão frágil a sua base social de apoio?

A propósito de negação da realidade: não será o  sr. Primeiro Ministro que nega a realidade de os interesses portugueses começarem a querer imiscuir-se na política económico-financeira portuguesa, incluindo nomes destacados da área do seu partido e da sua coligação governamental?

Anúncios

Os comentários estão fechados.