Portugal é o 4º País da União Europeia com menor «satisfação com a vida»

AbandonoEscolarPrecoceSomos a medalha de bronze da UE em abandono escolar precoce

Código dos Países

UE Código de Países

Só os cidadãos da Bulgária, Letónia e Hungria (todos ex comunistas) manifestam menos satisfação com a vida do que os portugueses, revela um conjunto de estatísticas sobre a qualidade da vida, publicadas sexta feira passada pelo Eurostat.

Essas estatísticas dos Estados membros da UE incidem sobre

PIB em paridades de poder de compra,

> rendimento mediano (a mediana divide uma distribuição em dois subconjuntos de igual frequência),

>desigualdade entre quintis de rendimento,

>desemprego de longa duração,

> expetativa de vida,

> abandono precoce da escola (o tema do gráfico supra),

> incapacidade declarada para enfrentar despesas inesperadas,

> taxa de homicídios,

> diferença de remunerações entre os dois sexos mais frequentes (que o Eurostat designa por géneros),

> ambiente (exposição de habitantes de cidades de mais de cem mil habitantes a partículas com menos de dez microns) e

> satisfação com a vida, acima referida (dados de 2011).

O Eurostat publicou estes dados para comemorar o Dia da Felicidade (leu bem, é um dia orwelliano) e por issoO Economista Português  considera muito infeliz criticar seriamente aquela curiosa panóplia de dígitos arrumados em células; mas permite-se qualificar de curioso que o Eurostat tenha preferido não inserir nenhum indicador sobre as expetativas de futuro (também conhecidas por esperança – em francês espoir ou espérance). Grande sabedoria político-estatística, falha estatística ou manifestação de solidariedade com o semiprotetorado germânico do sul?

A tabela com os indicadores bruxelinos está disponível em

http://epp.eurostat.ec.europa.eu/cache/ITY_PUBLIC/3-19032014-CP/EN/3-19032014-CP-EN.PDF

Anúncios

Os comentários estão fechados.