Mais Imigrantes na União Europeia > Portugal é o País menos procurado

ImigraçãoUE2013Fonte: adaptação do gráfico constante de https://oeconomistaport.wordpress.com/wp-admin/post-new.php?post_type=post

A União Europeia (UE) conheceu em 2013 o maior aumento da sua imigração. O gráfico acima documenta essa variação. Sírios e russos são as duas prinicipais componentes nacionais dessa imigração.

Pouco mais de um terço dos pedidos de imigração recebe uma resolução positiva. Dois terços são recusados. Os dramas de Lampedusa estão para continuar.

Portugal é o país com menor número de pedidos de imigração por milhão de habitantes.

A UE designa os pedidos de imigração com como sendo pedidos de «asilo» o que sugere uma dimensão política do fenómeno. Esta dimensão estará presente em alguns casos, ao que se supõe pouco numerosos, mas é económica a causa principal da imigração europeia, o que a UE ignora ou escamoteia. O Economista Português publicará amanhã dados e argumentos em favor desta tese.

 

Anúncios

Os comentários estão fechados.