Conselho de Finanças Públicas duvida do DEO 2014-2018

CFPEmpregoEPibO DEO  2014-2018 prevê crescimento do PIB superior ao do emprego, até 2018 (Fonte CFP)

O Governo omitiu no Documento de Estratégia Orçamental (DEO) 2014-2018 medidas no valor de 0,7% do PIB em 2014 e 0,3% em 2015, afirma sobre aquele documento o relatório do Conselho de Finanças Públicas, ontem publicado; e considera que esta ausência, diminuindo a transparência da ação governamental, diminui o valor do DEO como quadro racionalizador.

O relatório do Conselho de Finanças Públicas alimenta o mito da sustentabilidade da atual dívida pública, pois afirma a concretização dessa sustentabilidade na base de condições ilegais ou irrealistas: muito para lá dos prazos a que nos comprometemos (condição ilegal) e com base em taxas de crescimento que nem o Governo se atreve a pintar (condição irrealista).

*

O relatório do Conselho de Finanças Públicas sobre o DEO 2014-2018 e um útil anexo estatístico em Excel estão disponíveis em

http://www.cfp.pt/publications/analise-do-documento-de-estrategia-orcamental-2014-2018/#.U4UzJ3JdW3V

Os comentários estão fechados.