BdP: a União bancária «europeia» não funcionará

A União Europeia parturejou há semanas um elefante sem patas e com três trombas a que deu o formoso nome de «união bancária». O nosso governo aprovou-a com a alacridade que esparrama sobre tudo o que dimana de Bruxelas ou de Berlim.  O Banco de Portugal, no seu relatório relativo a 2013, deu o nome ao bicho: é uma quimera. Fá-lo com a autoridade que lhe advém de integrar o suposto sistema bancário europeu.

O Economista Português reproduz a seguir a parte relevante da notícia ontem dada pelo Eurointelligence sobre um texto do Jornal de Negócios.

BdPSobreBSistemaBancEuropeuEuroIntelligence

No topo da reprodução acima está o endereço que dá acesso à notícia integral.

O Economista Português felicita o Banco de Portugal por, nesta União europeia de pensamento único, ter tido a coragem  de produzir uma análise própria num ponto que talvez venha a revelar-se crucial para a nossa economia.

Os comentários estão fechados.