Entre comer ao pequeno almoço o Sr. Juncker e papar o Reino Unido >>> Quem hesitaria?

JunckerUnionJack«Não me é indiferente que, por exemplo, o Reino Unido seja membro da União europeia (UE) ou não», disse Angela Merkel, segundo a imprensa séria de ontem. Face a semelhante e extraordinária declaração, o leitor julga que a chancelarina teve um novo problema de equilíbrio psíquico, depois de ter choramingado na reunião do G20, em Cannes, em novembro de 2011? Nada disso: a Srª Merkel justifica-se por violar a sua promessa de apoiar Jean-Claude Juncker para presidente da Comissão Europeia: é que Cameron, o primeiro ministro britânico, teria dito, que, a ser escolhido para aquele cargo o federalista Juncker, a velha Albion mandava a UE aos fagotes. Entre Juncker e o Reino Unido, a Srª Merkel hesita – hesita retoricamente, é o começo da segunda punhalada nas costas do luxemburguês. Quem pode censurá-la? Ninguém, a UE está a tornar-se uma farsa de mau gosto, na qual a pertença do Reino Unido à Europa passou a integrar a corrução habitual para nomear o presidente da Comissão de Bruxelas.

Como o leitor vê, pode divertir-se honestamente  sem ter que acompanhar a saga da liderança do PS.

Os comentários estão fechados.