Seguro insiste na Renegociação da Dívida

Thérèse, 1938Portugal (Balthus, La Rose)

O Dr. António José Seguro, secretário geral do Partido Socialista, afirmou ontem:  «há necessidade de o país estabelecer um consenso nacional em torno da necessidade de renegociação das condições de pagamento» da nossa dívida pública como forma de «aliviar os sacrifícios dos portugueses». E propõe-se levar o tema à sessão do Conselho de Estado da próxima quinta-feira.

O Dr. Seguro já levantara a bandeira da renegociação da dívida, mas parecia tê-lo esquecido. O Economista Português felicita-se por o responsável do maior partido da oposição assumir numa instituição do Estado uma posição tão próxima das que ele próprio têm defendido neste blog. Será um primeiro passo para vitória do bom senso português?

2 responses to “Seguro insiste na Renegociação da Dívida

  1. Margarida Ponte Ferreira

    O problema é que o Dr. Seguro pode voltar a esquecer-se do que disse e não falar na renegociação da dívida na quinta-feira. Ele muda de opinião com alguma frequência…

  2. O Economista Português agradece o comentário da Drª Margarida Ponte Ferreira uma reputada economista. Permite-se acrescentar que o Dr. Seguro pode até mudar mais do que uma vez de opinião sobre a renegociação da dívida; mas, mesmo que mude várias vezes, os portugueses ficam melhor se, de quando em vez, ele defender a renegociação da dívida.