Graças ao Caso Sócrates, acabaram os nossos Problemas económicos

SócratesaosQuadradinhosFinalmente uma medida que dá confiança à economia portuguesa

Desde que o licenciado em engenharia José Sócrates foi preso para averiguações, os nossos problemas económicos desapareceram. A imprensa económica especializada está a tranformar-se numa imprensa especializada em direito penal e em direito processual penal – porque graças à alquimia do Estado português o ouro económico se trasnsmutou no ferro das barras dos cárceres. Questões que deveriam suscitar o interesse dos políticos, como o programa de investimento do comissário Juncker, a taxa de câmbio do euro, a política de crédito do Banco Central Europeu, a discussão do orçamento para 2015 só aparecem hoje nas páginas de perdidos e achados: nem o governo nem a oposição rotativa se interessam por esses temas da vil pecúnia. Acabaram as más notícias económico financeiras. A opinião publicada espera novas prisões para  aumentar ainda mais o PIB imaginário e o «feel good factor». Se há quem duvide dos efeitos negativos do caso no plano do prestígio internacional do nosso país (ver post abaixo), ninguém duvida que no plano interno a prisão teve excelentes efeitos económicos, pelo menos no plano da confiança medida pelas notícias dos jornais. Pelo menos no curto prazo.

Os comentários estão fechados.