Plano Juncker : Rir é o melhor Remédio

MultiplicaçãoDosPãesO Sr. Juncker tenta recrutar Jesus Cristo para auxiliar económico

O Economista Português não quis acreditar quando leu a primeira propaganda do Plano Juncker para relançar a economia da União europeia (UE): com 21 biliões (mil milhões) de euros, aliás já constantes do orçamento espera um investimentos de 315   biliões. Os 21 biliões serão dados ao Banco Europeu de Investimentos (BEI) que por um milagre os multiplicará por … 15! Presumimos que o prazo seja o próximo ano, talvez até cinco anos. Só houve na história um multiplicador tão grande: quando Cristo, depois do sermão da montanha, deu crédito aos padeiros.

Num acesso de bondade, talvez inspirado pelo sermão da montanha, o Diário Económico escreveu:« o plano Juncker faz sentido na teoria» embora «na prática» enfrente alguns problemas. Nem na teoria faz sentido porque, se pensarmos num prazo à medida da ameaça de depressão que paira sobre a Europa, não há  multiplicador de crédito nem multiplicador de investtimento que atinja 15.

Com estes malabarismos, o Sr. Juncker (política orçamental) aumenta pressão sobre o Sr.  Draghi (política monetária) para aliviar o risco de depressão – e o Sr. Draghi, manietado pelo Bundesbank, gasta-se por sua vez noutros malabarismos inúteis. Um dia destes o Sr. Draghi terá perdido a crdibilidade que lhe resta e depois choraremos todos.

Os comentários estão fechados.