A UE despreza a Independência dos Estados-membros

LeonidBrejnevConsta que Leonid Brejnev pensa candidatar-se postumamente ao posto de pai cofundador da União Europeia

Para compensarem o seu clamoroso erro de apreciação sobre a política do Sr. Tsipras, as instituições europeias resolveram hoje participar na campanha eleitoral grega. O presidente da comissão bruxelina, o Sr. Juncker, volta aos seus tempos de sindicalista fantasista e insulta gravemente o Sr. Tsipras em nome … do povo grego. Aliás, a troika parece ter destruído  as organizações políticas europeístas que  passaram a ser diretamente comandadas pelo Sr. Juncker. Os acionistas maioritários do conselho de ministros da União Europeia – Alemanha, Itália, França – apelam ao voto sim no referendo, também em nome do povo grego. É a doutrina da «soberania limitada», fabricada pelo Sr. Leonid Brejnev, autocrata da União Soviética, de quem a Srª Merkel e o Sr. Renzi foram confessos admiradores. As instituições da UE, em vez de serem neutras no referendo europeu, dos gregos, vão a votos, agem como o imperador prussiano,  prometem e chantageiam. Como se sentirá a classe política portuguesa, assim indiretamente posicionada como uma pobre regência do Semiprotetorasdo português? Não se sentirá ao menos um pouco incomodada?

One response to “A UE despreza a Independência dos Estados-membros

  1. Carlos A. P.M. Leça da Veiga

    Direi soberania apagada.. Entre nós portugueses, aqueles da “maioria parlamentar”, consideram-se vingados do 25 de Abril. Tudo quanto possa cheirar-lhes a opressão política realiza-lhes os sonhos.CLV