Referendo grego: Tsipras quer ganhá-lo? Merkel quer perdê-lo?

HollandreMerkelTsipras«Frente à Grécia, o casal franco-alemão abre fendas» (trad. da língua românica do título)

Na Mouraria
Canta um rufia
Choram guitarras
Amor ciúme
Cinzas e lume
Dor e pecado
Tudo isto existe
Tudo isto é triste
Tudo isto é fado

(extrato de um fado do reportório de Lucília do Carmo sobre a atual crise grega)

Quererá o leitor por um momento atentar em duas teses heterodoxas sobre a crise grega?

O Sr. Tsipras quer que o não perca no referendo grego; ele sabe que em referendos ou eleições só ganham as soluções positivas e o não referendário será um salto no abismo; por isso, aproveitando a divisão dos credores, concretizando a pressão difusa sobre Berlim, o Sr. Tsipras benzer-se-á domingo e pedirá … o voto sim;

A Srª Merkel só quer que o sim ganhe se o Sr. Tsipras votar sim;  se o não ganhar, os credores da Grécia nunca lhe perdoarão; se o sim ganhar e a guerra civil se instalar numa parte da União Europeia, nunca ninguém lhe perdoará. Por isso,  Frau Merkel dirá domingo de manhã que está pronta a negociar com quem os gregos votem. E agradecerá o referendo que lhe terá permitido bandarilhar o eleitor alemão, conciliando a sua falta de princípios com o seu sentido da oportunidade.

A ver vamos.

Bom fim de semana.

Anúncios

Os comentários estão fechados.