Imigração: Berlim ameaça a Europa

HandelsblattAvisoàEuropa

O Handelsblatt alemão é brutal e sincero: «A fiscalização fronteiriça é um aviso à Europa»

Raras vezes a demagogia terá sido tão rapidamente desmascarada: não passara uma semana sobre o anúncio pela Srª Merkel da autorização da entrada de 800 mil imigrantes na Alemanha e Berlim teve que suspender o espaço Schengen e fechar as suas fronteiras aos imigrantes. O Sr. Orban, o chauvinista primeiro ministro húngaro, aprovou e já deixou de ser demonizado pelos meios de comunicação social transpirenaicos.

Realiza-se hoje uma reunião de ministros do Interior da União Europeia (UE) na qual Berlim tentará pressionar os Estados-membros a aceitarem a sua proposta de quotas obrigatórias para os imigrantes/refugiados. A suspensão de Schengen é uma óbvia manobra da Srª Merkel para atemorizar os outros Estados-membros. Até à reviravolta migratória da semana passada, Berlim recorria ao Diktat para obrigar os seus parceiros a uma política de imigração cruel e desmiolada; hoje, recorre ao Diktat para obrigar os seus parceiros a uma política de imigração cruel e sem miolos. Com efeito, as quotas obrigatórias só são exequíveis com o estabelecimento de fiscalização nas fronteiras, pois a grande maioria dos hipotéticos imigrantes em Portugal, Espanha e tutti quanti quererão ir para a Alemanha. Como evitar essa viagem? Ou metendo-os em campos de concentração, devidamente eletrificados, ou restabelecendo as fiscalizações fronteiriças. Sabe-se já que a reunião falhará: os Estados eslavos da UE recusarão as cotas. Que dirá destas infelizes reviravoltas leninistas o Sr. Helmut Schmidt, o último grande estadista alemão e europeu vivo?

Entretanto, começam a surgir provas que a Chancelarina Merkel usou a capa humanitária para aprovar uma política imigratória reprovada pela maioria dos seus cidadãos. Queira ler o seguinte recorte do Wall Street Journal, de sexta feira passada.WSJObscureGermanTweet

O texcto integral está em

http://www.wsj.com/articles/obscure-german-tweet-help-spur-migrant-march-from-hungary-1441901563

Os comentários estão fechados.