Comércio mundial: queda, mas não catastrófica

                                    Fonte – Citada no final do presente post.

O comércio mundial caíu depois da crise do Lehman Bros (2008) , na chamada Grande Recessão, mas nada que se compare com a contração nos anos 1920 e sobretudo 1930 (Grande Depressão). Mas o pior não está definitivamente excluído. Esta é a principal conclusão de um recente estudo World trade, 1800-2015 , da autoria de Giovanni Federico (Universidade de Pisa) e Antonio Tena-Junguito (Universidade Carlos II. de Madrid). Os resultados da pesquisa estão sintetizados no gráfico acima, onde é visível a queda nos últimos anos e a desaceleração do comércio mundial, desde 2007.

Esta conclusão contraria alguns autores pessimistas, mas convém ter em conta que a contração do comércio externo entre as duas guerras mundiais se deveu às medidas governamentais protecionistas e não só à crise cíclica da economia mundial. Por enquanto, as políticas «beggar thy neighbor» («pedincha ao teu vizinho», numa tradução literal) não foram aplicadas neste começo do século XXI. Trata-se de políticas protecionistas, como desvalorizações competitivas e barreiras ao comércio internacional. Estas políticas exportam a pobreza para os vizinhos e empobrecem também os seus autores. Donald Trump, candidato a candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, tem defendido políticas deste tipo.

Os autores afirmam que as conclusões pessimistas são baseadas em séries estatísticas «obsoletas e parciais» e reelaboraram os números do comércio mundial para o período estudado. Construíram séries nacionais por países,incluindo o nosso, agregaram-nas para todo o período e articularam-nas com as séries das Nações Unidas e da Organização Mundial do comércio.

Os autores documentam também a diminuição lenta, mas na aparência inexorável, da América e da Europa no comércio mundial. Essa diminuição está documentada no gráfico seguinte.

O artigo comentado está disponível em

http://www.voxeu.org/article/world-trade-1800-2015

Os comentários estão fechados.