«Decreto BPI»: o Dr. A. Costa leva-nos para o capitalismo «de influência»

u

«Ainda seguramos o volante com firmeza»

O Sr. Primeiro Ministro ficou sem voz  sobre o «decreto BPI», o diploma legal pelo qual o governo tomou partido na querela entre  acionistas daquele banco. Como o silêncio era demasiado ruidoso,  foram mobilizadas as fontes do gabinete do Primeiro Ministro. O noticiário da SIC, de quarta-feira passada, dia 20 de abril, às 21h00, citava-as: diziam que o decreto só fora aprovado porque havia acordo entre os grupos acionistas, e, logo a seguir, que fora necessário aprová-lo porque não havia acordo.

Esta posição é insustentável e deixa o Dr. António Costa na situação incómoda de dar razão à Engª Isabel dos Santos quando ela o acusa de ter favorecido o BPI. Com efeito, a explicação é contraditória. E cola mal à realidade: nunca foi certo que houvesse acordo pois as duas partes nunca divulgaram o seu conteúdo. Só os imprudentes ou os facciosos acreditaram que havia acordo.

O Sr. Primeiro Ministro entrou em terreno resvaladiço. Não é tanto a sua honestidade pessoal que está sob suspeita (se estivesse.,  O Economista Português poria as mãos no fogo), é a sua compreensão que é perigoso para o Governo tomar partidos entre poderosos grupos privados e perigosíssimo para o Estado deixar de ser um árbitro imparcial do mercado económico e financeiro.O Sr. Primeiro Ministro á não segura com firmeza o volante que guia o governo entre os interesses dos vários grupos capitalistas. Dir-lhe-ão que segura, mas será louvaminha e, se acreditar nela, sair-lhe-á caro. É assunto em que só é falado abertamente quando já é tarde demais.  O capital organizado e o capital sério quer mercados com um árbitro honesto, transparente, cristalino. Não quer o árbitro que mude as regras a meio do jogo.  Neste último capítulo, é de recear que tenha sido passado o Rubicão e que  a República Portuguesa passe a só interessar os capitalistas especializados em  ganhar dinheiro a influenciar a política e os políticos. O Dr. Costa  com o «decreto BPI» mudou as regras do jogo a meio do jogo. Haverá redenção?  A situação é muito pior do que parece. Esperemos os próximos episódios.

Os comentários estão fechados.