Orçamento 2017: As Esquerdas desistem do Crescimento económico

porcadapolitica

Porca da política = Mesa do Orçamento >>> Os leitões que espinoteiam, à esquerda, ou entram em depressão, à direita, são as oposições (desenho de Rafael Boralo Pinheiro)

O orçamento para 2016 revelou que o Bloco de Esquerda e o PCP, para sobreviverem, desistiam de renegociar a dívida e sentavam-se à mesa do orçamento. O PS nunca disse que queria renegociar a dívida, embora tenha negado que não queria negociar a dívida.

O orçamento para 2017 revela que as esquerdas governamentais se esquecem do crescimento económico. Como no orçamento do 1% há pouco para redistribuir, o orçamento para 2018 adivinha-se difícil.

Se a paciência do leitor chegou até aqui, merece um brinde: as direitas também desistiram do nosso crescimento económico.

Os comentários estão fechados.