Dívida grega: Centeno vota pela Grécia contra Portugal

CentenoAfagadoPorStaebler

O Ministro Doutor Centeno pede ao advogado Schäuble, ministro alemão das Finanças, para lhe passar a mão pelo pêlo. O Ronaldo das Finanças aumenta os impostos dos portugueses para manter o dito Schäuble bem disposto para com ele. O ministro grego segue a estratégia oposta e consegue mais… para os gregos

A chamada União europeia (UE) e  o Fundo Monetário Internacional (FMI) acabam de dar mais uma «tranche» à Grécia. Tranche  é chic  e sai-nos mais barato do que se for empréstimo gratuito.  Demos oito mil milhões de euros.  Um vigésimo do PIB português, coisa de nada, o que custa ao leitor a ganhar em três semanas.

O Doutor Centeno protestou? Talvez, mas protestou tão tão baixinho que ninguém o ouviu. O doutor Centeno gosta que o sr. Ministro das Finanças alemão lhe passe a mão pelo pêlo, gosta da miragem de ser  presidente do Eurogrupo, o que que causa alívio no Banco de Portugal, onde lhe atribuem remuneradores propósitos para a época posterior àquela em que putativamente nos salvou financeiramente (aumentando o que pagamos aos nossos credores).

À saída da reunião, a Srª diretora geral do FMI, Christine Lagarde, declarou que era um «second best» (melhor que nada,, em português tradicional. A melhor solução era perdoar a dívida impagável (curiosamente, a tese d’ O Economista Português, que a esquerda abandonou a benefício da mesa do orçamento…. português). 

À saída da reunião, o ministro francês disse que, se a economia grega crescesse, lhe perdoariam a dívida.

O contrário do que nos fazem a nós: mandam-nos crescer para pagarmos uma dívida impagável.

Horas depois, a Espanha protestou,. Teremos que ir para espanhóis para defendermos os nossos interesses de portugueses? Ou para nos defendermos basta o governo português lisonjear o ego do Doutor Centeno e dizer-lhe que ele presidirá o … eurogrupo? O Dantas é espanhol pum, escrevia o Almada nos anos 1930.

Escusado será dizer que até ao momento deste post, os meios de comunicação social não referiram nada deste benesse grego e deste achincalho português. Porquê? Excesso de competência? Excesso de independência em relação ao Doutor Centeno?

Anúncios

Os comentários estão fechados.