Passos Coelho sabe que, pelo mesmo Capital, pagamos aos nossos Credores o Dobro da Grécia, revelou-nos o Sr. Tsipras

PassosCoelhoEMerkelMadrinhaSóReclamoDepoisdemeAutorizar«Madrinha, por favor deixe-me continuar a ser um bom pagador»

O Governo do Sr. Tsipras já teve involuntariamente embora algo de bom para nós: por causa dele, o Sr. Primeiro Ministro revelou ontem, no telejornal da hora do jantar, saber que a Grécia paga à União Europeia menos juros do que Portugal, tendo prazos de pagamentos mais longos. Isto é: o Dr. Passos Coelho revelou que já sabia que a Grécia tinha obtido da Srª Merkel melhores condições do que as obtidas pelo seu governo. Revelou por cima da burra, de passagem entre dois contos de fadas, e por isso dispensou-nos por isso de prática aquela sua qualidade que ele próprio não se cansa de gabar: falar verdade; por isso, dispensou-se de nos informar que afinal já sabia que a sua política de adular os nossos credores tinha tido por resultado… que os nossos queridos credores já (n)o(s) tinham começado a tratar pior do que aos gregos … antes mesmo da vitória eleitoral do Syriza.

É gigantesca a diferença entre o que nós e os gregos pagamos aos nossos credores : a Grécia paga em juros da dívida pública cerca de 2,5% do seu PIB e o Portugal do Dr. Passos Coelho paga 5% do PIB, por uma dívida proporcional e absolutamente menor. Se deflacionarmos a diferença pela quebra dos PIBs provocada pelas políticas de austeridade, a vantagem helénica sobre nós diminui, mas continua abissal.  Era a tal vantagem que o Dr. Passos Coelho a semana passada asseverou ser irrealizável pelos gregos e que eles afinal  já obtiveram – era o «conto de fadas», que o Dr. Coelho atribuiu aos gregos e que eles, aliás, já reivindicaram, tendo explicado ao nosso primeiro ministro nada terem contra as histórias de fadas: elas dão esperança.

Atenção, prezado leitor: O Economista Português não está a jogar a feijões: a vontade do Dr. Coelho ser bem visto pela Chancelarina Merkel custa ao leitor 2,5% dos seus rendimentos –pois, se o Dr. Coelho tivesse defendido avisadamente os nossos interesses, pagaríamos proporcionalmente o mesmo dos gregos. A grande diferença é o gregos quererem pagar ainda menos e o Dr. Passos Coelho querer pagar o dobro dos gregos, ou ainda mais. Tudo para o nosso bem. Tudo devido à interpretação pedestre de frases do tipo «as pessoas de bem pagam as suas dívidas».

Se o leitor quiser hoje divertir-se (riso amargo) , leia as falanges de porta-vozes governamentais (ou escute-os nas televisões) a balbulciarem com ar douto que as contas acima são falaciosas, nós é que estamos bem, coitados dos gregos. Acredite se quiser. O Estado português é tão rico que paga aos seus funcionários na Suiça abaixo do mínimo de sobrevivência naquele país.

Ah! E que diz a isto a oposição dinástica? Está tão caladinha porquê?

*

Estimativas do serviço da dívida grega em

http://economico.sapo.pt/noticias/para-o-syriza-o-teste-nao-e-a-divida_211343.html

Anúncios

3 responses to “Passos Coelho sabe que, pelo mesmo Capital, pagamos aos nossos Credores o Dobro da Grécia, revelou-nos o Sr. Tsipras

  1. Portugal consegue hoje financiar-se nos mercados (a preços inferiores aos da troika), porque cumpriu com o acordado e reconquistou alguma confiança. A Grécia não. A Grécia perdeu toda e qualquer capacidade de se financiar autonomamente e, por esse motivo, recebeu uma ajuda extra da UE. Mas até parece que teria sido melhor para nós comportar-mo-nos como a Grécia se comportou para obter os benefícios que a Grécia obteve… Absurdo.

  2. O Economista Português agradece o comentário. O autor do comentário acreditou na propaganda oficial portuguesa e verificou que ela é absurda. Tem razão,. Os nossos credores tratam-nos com base na relação de forças e ligam pouco à adulação que lhes devotamos. A verdade é que nos últimos anos e semanas, a Grécia tem negociado com eles melhor do que Portugal.